Zara assina pacto contra trabalho escravo, mas não garante fim do problema

Diretor global de responsabilidade social da varejista, Felix Posa, veio ao Brasil para firmar acordo com outros 40 fornecedores da companhia     Daniela Barbosa, de Getty Images       São Paulo – O incidente que envolveu a espanhola Zara, em agosto deste ano, teve um desdobramento importante nesta quinta-feira. Isso porque diretores daContinuar lendo “Zara assina pacto contra trabalho escravo, mas não garante fim do problema”

Após Zara, trabalho escravo é investigado em 20 grifes

  Processos ocorrem em sigilo e são conduzidos no Ministério do Trabalho e Emprego   Wikimedia Commons Os trabalhadores tinham dívidas com os donos das oficinas e recebiam apenas R$ 2 por peça produzida para a Zara São Paulo – O flagrante de trabalho escravo num dos fornecedores da rede Zara no Brasil parece serContinuar lendo “Após Zara, trabalho escravo é investigado em 20 grifes”

Internautas atacam Zara após denúncia de trabalho escravo

FELIPE VANINI BRUNING COLABORAÇÃO PARA A FOLHA As redes sociais viraram o canal de escape de milhares de consumidores brasileiros indignados com as denúncias de trabalho escravo contra confecções que prestavam serviço à Zara.  No Twitter, entre os dez assuntos mais comentados do Brasil, dois dizem respeito ao assunto: Zara e trabalho escravo. “Me arrependoContinuar lendo “Internautas atacam Zara após denúncia de trabalho escravo”

Programa “A LIGA” denuncia o trabalho escravo e encontra fabricação de roupas da Zara

Depois do caso da Arezzo, agora foi a vez de outra rede de varejo de roupas entrar na mira das denúncias. Dia 16, o programa “A Liga”, da TV Bandeirantes, apresentou um documentário sobre “trabalho escravo” no Brasil. Apesar de parecer coisa do passado, estima-se que 12 milhões de pessoas trabalham em condições análogas à escravidão. A reportagem mostraContinuar lendo “Programa “A LIGA” denuncia o trabalho escravo e encontra fabricação de roupas da Zara”

Fornecedor da Zara é acusado de trabalho escravo em São Paulo

Plantão | Publicada em 17/08/2011 / Reuters/Brasil Online SÃO PAULO (Reuters) – A maior varejista de vestuário do mundo, a espanhola Zara, está sendo investigada pelo Ministério do Trabalho por denúncias de utilização de mão de obra escrava, segundo o Sindicato das Costureiras de São Paulo e Osasco. IMAGENS DA INVESTIGAÇÃO DO MINISTÉRIO DO TRABALHOContinuar lendo “Fornecedor da Zara é acusado de trabalho escravo em São Paulo”