Bolivianos têm regime de quase escravidão em oficinas de costura

Edição do dia 07/08/2012

07/08/2012 21h43 – Atualizado em 07/08/2012 22h44

Equipe acompanhou fiscalização do Ministério do Trabalho em oficinas de costura irregulares. Programa mostra linha de produção de roupas baratas.

Da RedaçãoSão Paulo, SP

14 comentários

2078547.jpg

O Profissão Repórter desta terça, 7 de agosto, entrou na linha de produção das roupas baratas e de grife.

A repórter Valéria Almeida mostra a condição degradante dos bolivianos que vivem trancados em oficinas de costura em São Paulo. Ela acompanha o trabalho do Ministério do Trabalho e da CPI do trabalho escravo para tentar responsabilizar as grandes marcas por comprar roupas de fornecedores que não oferecem boas condições de trabalho.

2078543.jpg

Caco Barcellos foi a Caruaru (PE) e descobriu que os lavradores estão deixando a lavoura para trabalhar em oficinas de costura improvisadas. Em um local conhecido como “a casa das sete mulheres”, ele conheceu Dona Marta, que chega a cortar mil peças em um único dia. Todo o trabalho é informal. Em Toritama (PE), a cidade do jeans, os rios estão azuis por causa da tinta usada nas calças.

Acompanhe o Profissão Repórter também pelo Facebook e Twitter.

A reportagem de Eliane Scardovelli começa no Brás, centro do comércio popular de São Paulo, onde ela encontra uma calça vendida a R$ 20 e investiga o processo de produção da roupa. O corte acontece numa cidade da grande São Paulo, a costura em Carlopólis, cidade pequena do Paraná, e somando todos os gastos, o lucro é de um R$ 1 por peça.

FONTE: http://g1.globo.com/profissao-reporter/noticia/2012/08/bolivianos-tem-regime-de-quase-escravidao-em-oficinas-de-costuras.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s