Franquias brasileiras ganham espaço no exterior

Adriana Lampert, de Comandatuba (BA)

ABF/DIVULGAÇÃO/JC

Bomeny lembra que há muitos obstáculos para a expansão das marcas nacionais em outros países

O processo de internacionalização das franquias é um dos desafios da Associação Brasileira de Franchising (ABF), que considera fundamental o fortalecimento e crescimento das redes em lucratividade. Com o objetivo de alavancar as marcas brasileiras no exterior, a entidade tem realizado trabalho em parceira com a Agência Brasileira de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), com foco no planejamento estratégico das empresas interessadas em inserir operações no mercado externo. O resultado foi citado nesta quinta-feira, durante uma entrevista coletiva antes da abertura da 12ª Convenção ABF do Franchising, que segue até o domingo, no Hotel Transamérica, na Ilha de Comandatuba (Bahia). Segundo os gestores da ABF e da Apex, nos últimos dois anos, o número de franquias brasileiras no exterior passou de 65 para 92 unidades, o equivalente a um crescimento de 41%, em relação a 2010. No caso de franquias que atuam em até quatro países, a expansão foi de 21 para 27 unidades.

Durante a convenção, os 600 participantes deverão receber a segunda edição da cartilha Aspectos Mercadológicos e Estratégicos da Internacionalização das Franquias Brasileiras, realizada pela ABF em conjunto com a ESPM. “É um modelo de formulação de gestão, onde são abordados os principais entraves que uma empresa pode vir a enfrentar no momento de exportar sua marca”, explicou o diretor-executivo da ABF, Ricardo Camargo. Segundo ele, a entidade tem participado de diversos eventos internacionais para divulgar a “marca” Brasil. “A imagem do País é muito diferente daquela de 20 anos atrás. Hoje já somos parceiros de muitos países”, completa a diretora de Gestão e Planejamento da Apex Brasil, Regina Silverio. Ela cita o setor de moda e o design diferenciado de lojas (no caso de quiosques, por exemplo) como fatores que garantem a inovação das franquias nacionais fora do País. “Já a Havaianas é um exemplo de marca que conquistou o mercado mundial pelo diferencial de produto.”

O apelo do tropicalismo brasileiro é outro diferencial que alcançou territórios estrangeiros, e tem sido uma aposta do O Boticário (a maior franqueadora do Brasil e do segmento que representa), que segue uma tendência implementada pela Natura. “Expandir operações para fora do País é o desejo de muitos empresários, porém são muitos os obstáculos”, frisa o presidente da ABF, Ricardo Bomeny. Embora a participação internacional de franquias brasileiras tenha crescido nos últimos anos, a maioria dos empresários ainda prefere apostar no desenvolvimento de suas marcas no interior do Brasil. “Uma coisa que contou muito neste período foi a questão cambial, que não ajudou neste sentido.” O dirigente ressaltou, no entanto, que graças à parceria de oito anos com a Apex, a quantidade de franquias atuando em terras estrangeiras triplicou. “Considerando a distribuição por número de países, hoje são 51 empresas contra 28 de 2010”, frisou Bomeny. No caso de franquias que atuam em até quatro países, a expansão foi de 21 para 27 unidades.

De acordo com Regina, os mercados mais visados pelas franquias brasileiras são Austrália, Canadá, Colômbia, Espanha, México, Panamá, Peru e Portugal. “Já os maiores são Estados Unidos, Angola, Paraguai e Portugal”, frisa Camargo. “No entanto, não podemos trabalhar os mesmos mercados, é preciso diversificar e aproveitar novos nichos, o que nos traz uma maior profissionalização na questão da internacionalização das marcas”, pondera a gestora da Apex. Este ano, o franchising brasileiro cresceu 16% em relação a 2011, puxado pelos segmentos de turismo, beleza e alimentação. Para 2013, a expectativa é de que o aumento no faturamento do setor gire em torno de 15%, com salto de R$ 105 bilhões (previstos para o final de 2012) para R$ 120 bilhões no final de 2013. Em termos de pontos de venda, a estimativa é de que o número pule em 10%, dos atuais 104 mil para 115 mil lojas.

FONTE: http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=107083

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: