FMI afirma que Grécia precisará de mais 71 bilhões de euros da União Europeia

Representante do Fundo Monetário Internacional diz que o país necessitará de uma nova injeção em massa de fundos para pode voltar ao mercado. Agência de risco rebaixou mais uma vez a nota da Grécia
Redação ÉPOCA, com Agência EFE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta quarta-feira (13) que a Grécia precisará de 71 bilhões de euros adicionais da União Europeia (UE), além de 33 bilhões de euros de credores privados, antes de poder retornar aos mercados em 2014.

A quantidade extra se somaria aos 80 bilhões de euros já comprometidos em maio de 2010 como parte de um resgate de três anos da UE em conjunto com o FMI por um total de 110 bilhões de euros.

O chefe da missão do FMI na Grécia, Poul Thomsen, disse em entrevista coletiva telefônica, em sintonia com declarações da diretora-gerente do organismo, Christine Lagarde, que, por enquanto, o Fundo não deve participar do segundo resgate.

“Temos um programa em andamento que estará vigente durante outros dois anos e que só desembolsou metade do dinheiro até o momento”, afirmou Thomsen, acrescentando que não houve pedido, por parte da Grécia, para um novo programa.

Lagarde disse na segunda-feira (11) que não chegou o momento de abordar “as condições, termos, duração e volume” de um novo pacote de ajuda do Fundo, o que foi muito mal recebido pelos mercados.

De qualquer maneira, o FMI esclareceu nesta quarta em seu relatório sobre a Grécia que o país necessitará de uma nova injeção em massa de fundos uma vez que, ao contrário do que se pensou inicialmente, Atenas não poderá retornar aos mercados no começo de 2012.

O organismo prevê que a economia grega contraia 3,9% este ano e que a dívida alcance um recorde de 172% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2012. Apesar desses números, o Fundo declarou que a Grécia conseguiu “importantes resultados” no marco do programa de resgate conjunto com a UE.

“A macroeconomia está se reequilibrando, com a demanda mudando do setor interno para o externo, e a competitividade está melhorando gradualmente”, destacou o relatório, acrescentando que embora a Grécia siga imersa em uma “profunda recessão”, o déficit fiscal foi reduzido.

No entanto, o FMI pediu que o país continue se esforçando e que a agenda de privatizações e consolidação fiscal seja implementada “a tempo e de forma enérgica”.

Fitch rebaixa nota de solvência da Grécia para situação de quebra

A agência de classificação de riscos internacional Fitch reduziu mais uma vez a classificação da dívida soberana da Grécia, que passa de “B+” para “CCC”, o que equivale a considerar que a falta de pagamento da dívida é uma possibilidade real.

Em comunicado emitido nesta quarta-feira (13), a Fitch assegura que a nova qualificação reflete a ausência de um novo programa da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a Grécia, plenamente financiado e crível.

Os analistas da agência americana asseguram que a isto se une “uma crescente incerteza em torno do papel dos credores privados em qualquer financiamento futuro, além do debilitada previsão macroeconômica da Grécia”.

Com uma nota de “CCC” para a dívida a longo prazo, Grécia se encontra agora no penúltimo degrau da Fitch.

Enquanto isso, o rating para a dívida a curto prazo foi reduzida de “B” até “C”, o que também equivale ao penúltimo degrau de qualificações da agência.

Fitch explica em seu comunicado que a nota “CCC” significa “um substancial risco creditício” e “reconhece que uma falta de pagamento (da dívida grega) é uma possibilidade real”.

Além disso, assegura que incluir o setor privado em qualquer solução “seria considerado como um sinal de uma redução do crédito soberano e que poderia desencadear a falta de pagamento”.

Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI248827-15259,00-FMI+AFIRMA+QUE+GRECIA+PRECISARA+DE+MAIS+BILHOES+DE+EUROS+DA+UNIAO+EUROPEIA.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: